.posts recentes

. Super Nani

. Jonas e S. Vicente

. Carta aberta

. AdmonicoesDo2ºDomingoDoAd...

. AdmonicoesDo1ºDomingoDoAd...

. AdmonicoesDaSolenidadeDeN...

. AdmonicoesDo33ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo32ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo31ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo30ºDomingoDoT...

.arquivos

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Setembro 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

Jonas e S. Vicente

Passei este fim-de-semana no Algarve pelo que participei Sábado na Missa, em Stª Luzia, do 3º Domingo do Tempo Comum do ano B e no Domingo, na catedral de Faro, na Solenidade de S. Vicente, padroeiro da Diocese.

Nestas primeiras semanas do tempo comum as leituras interpelam-nos ao ‘chamamento’. Vou tentar assim comparar as respostas de Jonas e de Vicente, ambos desafiados a darem testemunho de fé e a desempenharem ambos a missão profética da denúncia do pecado.

Ler Jon 1, 1 – 15

Jonas, não quis escutar o convite do Senhor e resolveu fugir. “Ah! Senhor! Porventura não é isto que eu dizia quando estava ainda na minha terra? Por isso é que, precavendo-me, quis fugir para Társis, porque sabia que sois um Deus misericordioso e clemente, paciente e cheio de bondade e pronto a renunciar aos Vossos castigos. (Jon 4, 1 – 2). Jonas fugiu pois desejava que a Justiça de Deus fosse infalível mas sabia que a Misericórdia se sobrepunha à Justiça divina.

Em todo o caso o profeta, compreendeu o seu pecado e aceitou o castigo de ser engolido pelo peixe pelo que orou com sinceridade e logo foi vomitado na praia. Vendo-se salvo percebeu que tinha de cumprir a vontade do Senhor e foi para Ninive.

Ler Jon 3, 1 – 10

O profeta  ficou zangado pela Misericórdia de Deus que não se compaginava com a inteligência humana que é vingativa e não entendeu, de imediato,  a resposta do Senhor: Julgas que tens razão para te afligires assim?

Com carinho Deus quer ensinar-nos o Seu modo de pensar para que O imitemos. E foi através de uma simples planta que nasce, cresce e morre.

Ler Jon 4, 5 – 11

Vicente seguiu os ensinamentos do seu bispo e aprendeu que o amor de Deus tem de passar pelo nosso amor, mesmo para aqueles que nos ofendem e maltratam. Deixou-se martirizar em testemunho da Fé pois pensava ser maior o prémio de Deus que o castigo dos homens.

Ler o salmo 121 – O Senhor é o meu auxílio

A vocação de S. Vicente é de facto uma resposta ao convite que Deus lhe fez para O seguir. Uma vocação que não permitiu dúvidas nem senãos.

Saibamos nós, na medida da nossa actividade e no meio em que vivemos, também dar testemunho do nosso Credo. Não tenhamos medo de ir para as periferias anunciar o Evangelho, mesmo que sejamos rejeitados ou mesmo maltratados por Seu Amor.

publicado por decordovanaturais às 15:49
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds