.posts recentes

. Super Nani

. Jonas e S. Vicente

. Carta aberta

. AdmonicoesDo2ºDomingoDoAd...

. AdmonicoesDo1ºDomingoDoAd...

. AdmonicoesDaSolenidadeDeN...

. AdmonicoesDo33ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo32ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo31ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo30ºDomingoDoT...

.arquivos

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Setembro 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

Super Nani

Nuno Potes Cordovil

Rua do Espírito Santo 2

7000 890 Evora

nunopcordov@gmail.com

266 741485  -   96 6286682 www.decordovanaturais.blogs.sapo.pt

 

Exmo Senhor

 

Director de Programas

SIC

 

Exmo Senhor,

Os nossos parabéns pelo vosso programa Super Nani.

Só vimos o 2º documentário transmitido a 21Jan bem como o debate de hoje, 22Jan.

Fomos pais de 3 filhas e somos avós de nove netos. Graças a Deus na nossa casa nunca se desenvolveram casos de insolência infantil como se verifica com bastante frequência na nossa sociedade contemporânea.

Consideramos que há pais que se demitem do seu dever- direito de educar, o que se traduz em que os filhos percam o sentido de respeito e se tornem verdadeiros tiranos em casa, que extrapolarão depois para a escola e mais tarde para a insubordinação juvenil com drogas à mistura e, quem sabe, produtores de bulingue.

Temem as senhoras técnicas especialistas do Instituto de Protecção de Menores que as imagens das birras possam afectar psicologicamente, até levar ao suicídio, sem focar no orgulho que os mesmos jovens poderão ter por perceberem que conseguiram ser responsáveis graças ao esforço e sacrifício que fizeram ao longo deste programa ( que certamente não se limitará aos nove dias de gravações), juntamente com os restantes membros da família.

O perigo estará, sim, em continuar sem regras. Se o programa Super Nani der ferramentas aos pais para ajudarem os filhos a cumprir as suas obrigações, será uma prova de amor familiar.

Consideramos que o vosso programa será uma ajuda não só para aqueles pais que participaram mas para outros que têm problemas semelhantes, um apoio aos futuros professores e superiores hierárquicos e um verdadeiro orgulho para os filhos que suplantaram a prova.

Diz S. Paulo: Filhos, obedecei em tudo aos vossos pais, porque isto é agradável ao Senhor. Pais não irriteis os vossos filhos para que não caiam em desânimo. (Col 3, 20 -21). O problema da educação não é só de hoje…

Pela nossa parte, parabéns.

 Gratos pela atenção,

Alice e Nuno Potes Cordovil

publicado por decordovanaturais às 23:20
link do post | comentar | favorito

Jonas e S. Vicente

Passei este fim-de-semana no Algarve pelo que participei Sábado na Missa, em Stª Luzia, do 3º Domingo do Tempo Comum do ano B e no Domingo, na catedral de Faro, na Solenidade de S. Vicente, padroeiro da Diocese.

Nestas primeiras semanas do tempo comum as leituras interpelam-nos ao ‘chamamento’. Vou tentar assim comparar as respostas de Jonas e de Vicente, ambos desafiados a darem testemunho de fé e a desempenharem ambos a missão profética da denúncia do pecado.

Ler Jon 1, 1 – 15

Jonas, não quis escutar o convite do Senhor e resolveu fugir. “Ah! Senhor! Porventura não é isto que eu dizia quando estava ainda na minha terra? Por isso é que, precavendo-me, quis fugir para Társis, porque sabia que sois um Deus misericordioso e clemente, paciente e cheio de bondade e pronto a renunciar aos Vossos castigos. (Jon 4, 1 – 2). Jonas fugiu pois desejava que a Justiça de Deus fosse infalível mas sabia que a Misericórdia se sobrepunha à Justiça divina.

Em todo o caso o profeta, compreendeu o seu pecado e aceitou o castigo de ser engolido pelo peixe pelo que orou com sinceridade e logo foi vomitado na praia. Vendo-se salvo percebeu que tinha de cumprir a vontade do Senhor e foi para Ninive.

Ler Jon 3, 1 – 10

O profeta  ficou zangado pela Misericórdia de Deus que não se compaginava com a inteligência humana que é vingativa e não entendeu, de imediato,  a resposta do Senhor: Julgas que tens razão para te afligires assim?

Com carinho Deus quer ensinar-nos o Seu modo de pensar para que O imitemos. E foi através de uma simples planta que nasce, cresce e morre.

Ler Jon 4, 5 – 11

Vicente seguiu os ensinamentos do seu bispo e aprendeu que o amor de Deus tem de passar pelo nosso amor, mesmo para aqueles que nos ofendem e maltratam. Deixou-se martirizar em testemunho da Fé pois pensava ser maior o prémio de Deus que o castigo dos homens.

Ler o salmo 121 – O Senhor é o meu auxílio

A vocação de S. Vicente é de facto uma resposta ao convite que Deus lhe fez para O seguir. Uma vocação que não permitiu dúvidas nem senãos.

Saibamos nós, na medida da nossa actividade e no meio em que vivemos, também dar testemunho do nosso Credo. Não tenhamos medo de ir para as periferias anunciar o Evangelho, mesmo que sejamos rejeitados ou mesmo maltratados por Seu Amor.

publicado por decordovanaturais às 15:49
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 11 de Janeiro de 2018

Carta aberta

Nuno Potes Cordovil

Rua do Espírito Santo 2

7000 890 Evora

nunopcordov@gmail.com

266 741485  -   96 6286682 www.decordovanaturais.blogs.sapo.pt

 

Exmo Senhor

Director Geral / Presidente / Assessor Jurídico (ou qualquer outro cargo/ título do senhor que despachou a exclusão de a Defesa da Imprensa Regional Generalista)

 

Lisboa (normalmente onde funcionam estes senhores)

 

Assunto: Carta aberta

Évora, no final de Dezembro de 2017

Exmo Senhor

É, certamente, Vexa um dos muitos funcionários que ganha o vencimento à custa do erário público e, portanto, à custa dos meus impostos. Respeito-o na mesma como se fosse um simples empregado de qualquer empresa onde é necessário trabalhar no duro para conseguir um ordenado legítimo no final do mês.

Quero expressar o meu protesto pela vossa deliberação que vem prejudicar o resultado económico- financeiro da empresa proprietária do referido jornal, de que eu sou accionista e membro do Conselho Fiscal (sem qualquer retribuição). Vejo com apreensão os resultados transitados a esvaírem-se ano após ano mercê dos défices preocupantes dos vários departamentos, designadamente o jornal e a tipografia e questiono até que ponto se poderão continuar a pagar os salários dos trabalhadores que aí labutam. A pequena ajuda para os portes dos CTT do jornal até ao assinante não era suficiente para cobrir o tal défice anual mas era um incentivo para continuar a disponibilizar este SERVIÇO PÚBLICO de transmitir informação regional aos seus assinantes. Cumprimento o presidente do conselho de administração (e director do jornal a Defesa), senhor Dr. António Salvador dos Santos pelo esforço abenegado com que semana após semana se equilibram os pagamentos com os rendimentos auferidos em publicidade e assinaturas.

Gosto de ler textos interessantes pelo que sou leitor de a Defesa. Não me interesso pelos amantes de ninguém nem pelas novelas porcas de subornos e outros enredos que vejo em folhetins de outros meios de comunicação com o intuito de captar clientela. As notícias positivas do que se fez em prol de pobres e necessitados anima-me a também pensar nos fracos e desprotegidos, ajudando-me a compreender o mundo que gira à minha volta. Os artigos do Dr. Fernando Marques, historiador, levam-me a descobrir segredos que de outra forma não tinha tempo para deslindar. Não quero referir a totalidade dos colaboradores nem a sua formação académica mas considero que o jornal é abrangente em vários temas. As notícias das acções da AIS, do CNE, do Pão e Paz, do Banco Alimentar ou do que se vai passando pela região levam-me a compreender das necessidades à minha volta. Até o sudoku é aproveitado por mim para minimizar os estragos neurológicos desta vida stressante na sociedade.

Peço assim que, no interesse de milhares de leitores, deste e de outros jornais semelhantes, seja reconsiderada a resolução ora tomada por Vexa.

Desejo a Vexa um ano de 2018 cheio de Paz que só será alcançado se todos os homens forem responsáveis e tolerantes.

Grato pela atenção

 

Nuno Potes Cordovil

 

publicado por decordovanaturais às 18:57
link do post | comentar | favorito
Sábado, 9 de Dezembro de 2017

AdmonicoesDo2ºDomingoDoAdventoAnoB2018

 

Estamos a entrar na 2ª semana do Advento. Convém colocar atalaias, sentinelas que nos alertem para a aproximação do inimigo. Se antigamente vinha montado em cavalos, burros ou dromedários, aproxima-se hoje bem camuflado em carros de luxo, com promoções consumistas e com promessas de bem-estar e felicidade enganadoras.

Lembremo-nos que esta vida é passageira e será importante irmos desde já preparando o nosso futuro, prometido por Deus para os fiéis.

Deixemo-nos transformar interiormente e digamos ao Senhor: Mostrai-nos o Vosso Amor e dai-nos a Vossa Salvação.

 

1ª leitura: do Livro de Isaías                                       Is 40, 1- 5. 9 -11

Eis um grito de consolo e de esperança.

O Senhor perdoa o nosso pecado e endireita os nossos caminhos, assim o queiramos.

Ele será o nosso descanso se nEle quisermos descansar.

 

2ª leitura: da 2ª Epístola de S. Pedro                           2Ped 3, 8 – 14

Ao longo da nossa vida na terra temos oportunidade de mostrar o interesse pessoal na promessa de salvação para quem seguir o Senhor.

Será com gestos concretos para com os outros que estão ao nosso lado que fomentaremos a Justiça e a Paz que Jesus quer para cada um.

Empenhamo-nos nesta preparação?

 

3ª leitura: do Evangelho segundo S. Marcos               Mc 1, 1 -8

É-nos apresentado hoje um modelo a seguir: - João, o Baptista.

Não veste roupas de marca nem come em restaurantes In.

Limita-se a anunciar que a Salvação está próxima, convidando a prepararmos o Caminho para o Senhor.

Será através da penitência e da contrição dos nossos pecados que endireitaremos as veredas por onde andamos.

publicado por decordovanaturais às 12:54
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 1 de Dezembro de 2017

AdmonicoesDo1ºDomingoDoAdventoAnoB2018

 

Vamos iniciar um novo ano litúrgico, desta vez à sombra do Evangelho de S. Marcos, com os ensinamentos de São Pedro.

Advento é tempo de espera. Esperamos a vinda do Messias.

Sabemos que Jesus já nasceu em Belém e enquanto preparamos a celebração do seu nascimento como Homem, aguardemos também a Sua nova vinda, no final dos tempos como Senhor e Juiz, abrindo para já o nosso coração onde O queremos acolher.

Mostrai-nos o Vosso rosto, Senhor, e seremos salvos.

 

 

1ª leitura: do Livro do Profeta Isaías                          Is 63, 16b -17. 19b; 64, 2b – 7

O profeta chama-nos a atenção para a nossa incongruência pois queremos que o Senhor esteja connosco mas somos continuamente infiéis.

Deixamo-nos nós moldar à vontade de Deus, como o barro pelo oleiro?

 

 

2ª leitura: da 1ª Epístola de S. Paulo aos Coríntios                 1Cor 1, 3 -9

Oxalá tenhamos consciência que se Deus nos concedeu todos os dons da graça, nos devemos tornar firmes e irrepreensíveis aguardando em paz o Dia do Senhor.

 

 

3ª leitura: do Evangelho segundo S. Marcos                          Mc 13, 33 – 37

Não sabemos o dia nem a hora pelo que somos convidados a acautelarmo-nos e a estarmos vigilantes.

Jesus é o nosso amigo que nos previne e chama a atenção.

Maranatá!

publicado por decordovanaturais às 23:29
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 24 de Novembro de 2017

AdmonicoesDaSolenidadeDeNºSrJesusCristo,ReiDoUniversoAnoA2017

 

No Domingo passado celebrámos o Dia Mundial dos Pobres para nos lembrarmos que devemos erradicar esta ferida social na medida das nossas possibilidades.

Entronizando Jesus como Rei do Universo queremos apontá-Lo como modelo na luta contra todas as formas de pobreza.

Esta solenidade encerra o ano litúrgico como sinal de que também no final da nossa vida terrena iremos ser julgados por este Rei, na Sua Glória.

E esse julgamento será escrutinado pelo modo como cada um praticou as Obras de Misericórdia.

Deixemos que seja o Senhor o pastor que nos conduz por sendas direitas.

 

1ª leitura: da Profecia de Ezequiel                                                     Ez 34, 11 -12.15 – 17

O Bom Pastor é aquele que se interessa pessoalmente por cada ovelha. Para ele é tão importante a gorda e sã como a ferida ou enfraquecida.

O papel do pastor é o de cuidar, de conduzir, de proteger. No fundo é um Serviço constante e atento.

Como cuidamos nós deste Bem Comum da Humanidade?

 

 

2ª leitura: da 1ª Epistola de S. Paulo aos Coríntios                             1 Cor 15, 20 – 26.28

A morte não pode ser temida como um fim sem esperança pois Jesus, ao ressuscitar, deu-nos a garantia de nos restituir a Vida.

Com Ele teremos parte na Sua Glória se O seguirmos.

 

 

3ª leitura: do Evangelho segundo S. Mateus                                       Mt 25, 31 – 46

Todos conhecemos mas tantas vezes esquecemos o que Jesus nos alerta: o julgamento e consequente separação entre ‘ovelhas e cabritos’ é baseado apenas nas nossas próprias acções ao longo da vida.

Depende de cada um escolher entre a herança do Reino ou o afastamento eterno.

publicado por decordovanaturais às 22:25
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 17 de Novembro de 2017

AdmonicoesDo33ºDomingoDoTempoComumAnoA2017

 

 

Estamos a chegar ao fim da semana dos Seminários. É importante apercebermo-nos da necessidade de termos mais sacerdotes e que sejam santos. Só poderemos ter este desejo se colaborarmos através da nossa oração mas também através da nossa oferta: de meios de subsistência mas sobretudo dos nossos Filhos.

O Santo Padre Francisco instituiu este ano o Dia Mundial dos Pobres. É neste Domingo e será sempre no Domingo anterior à Festa de Cristo Rei.

Jesus convida-nos todos a sermos pobres para ganharmos o reino dos céus, mas não é para esta pobreza em espírito que foi instituído este dia.

É realmente para nos lembrarmos dos pobres, daqueles que gostariam de ter algo para comer e passam fome, gostariam de ter algo para vestir e têm frio, para aqueles que gostariam de ter paz e são obrigados a fugir.

A igreja, e cada um de nós, tem aqui um desafio a ir às periferias da nossa sociedade à procura deles e dar-lhes a mão. Por ventura não será tanto dar o peixe mas ensinar a pescar. Mas atenção: que seja sem segundas intenções,

Não é dando com uma mão para tirar com as duas…

 

1ªleitura: Livro dos Provérbios                                               Prov 31, 10 – 13. 19 – 20. 30 -31

 

Seja cada um de nós esta mulher virtuosa que abre as mãos ao pobre e estende os braços ao indigente.

Todos somos convidados hoje a cuidar desta casa comum em que vivemos e é no verdadeiro Temor ao Senhor que seremos louvados.

 

2ª leitura: da Carta aos Tessalonicenses                                 Tes 5, 1 – 6

 

Neste findar do ano litúrgico somos lembrados de que a nossa vida terrena é finita, não para ficarmos com medo mas para estarmos preparados.

Esta preparação é feita com as nossas acções para com os pobres e marginalizados. Não durmamos como os outros mas permaneçamos vigilantes e sóbrios.

 

 

3ª leitura: do Evangelho segundo S. Mateus               Mt 25, 14 15. 19 - 21

 

Os talentos são os dons que Deus dá a todos.

O Senhor dá o mesmo prémio tanto ao que ganhou pouco como ao que ganhou muito. O importante foi  o empenho com que se utilizou o talento: a valorização dos dons deve ser avaliada pelos beneficiários, por aqueles a quem servimos.

O castigo que o Senhor dá a quem esconde os talentos é o lançamento às trevas. Quem não se esforça no serviço aos outros e armazena apenas para si não é digno de agradecimento.

publicado por decordovanaturais às 17:12
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 10 de Novembro de 2017

AdmonicoesDo32ºDomingoDoTempoComumAnoA2017

 

Tanto os bombeiros como os escuteiros aprendem a estar sempre preparados.

Este lema de vida exige uma vigilância permanente, um Alerta constante a tudo o que se passa à volta para que seja possível prontidão na resposta pedida.

As leituras deste 32º Domingo desenvolvem esta temática. Há que estar vigilante. Na nossa vida social mas também, e sobretudo, na nossa vida intima. A qualquer momento Deus nos pode chamar.

Possamos dizer com o salmista: A minha alma tem sede de Vós, Senhor.

 

1ª leitura: do Livro da Sabedoria                                                        Sab 6, 12 – 16

É a Sabedoria que nos ensina como devemos estar vigilantes.

Ela quer encontrar-se connosco. Queremos nós procurá- la?

 

2ª leitura: da primeira Epístola de S. Paulo aos Tessalonicenses                    1 Tes 4, 13 – 18

Se de verdade acreditamos em Jesus não temeremos a morte.

O Senhor ressuscitou e seguindo-O, Ele nos ressuscitará também.

 

3ª leitura: do Evangelho segundo S. Mateus                                      Mt 25, 1 – 13

É bem conhecida a parábola das 10 virgens. No entanto por vezes não fazemos caso e esquecemos a advertência que nos é dirigida.

Estaremos sempre preparados para o chamamento do Senhor? É que não sabemos o dia nem a hora…

Tenhamos o alforge cheio de boas obras para não ouvirmos Deus dizer que não nos conhece.

publicado por decordovanaturais às 22:30
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 3 de Novembro de 2017

AdmonicoesDo31ºDomingoDoTempoComumAnoA2017

 

A Igreja de Évora será enriquecida amanhã com a ordenação de dois novos presbíteros. Peçamos ao Senhor que os abençoe e que os faça santos.

É que a catequese do mundo é diferente (e muitas vezes antagónica) da vontade de Deus. E mesmo na igreja por vezes segue-se aquela.

Todos são desafiados na sociedade a conquistar os melhores lugares, a ter o máximo prestigio, a ganhar o maior salário, e o resultado que se vê nos jornais é corrupção, desprezo pelos pobres e marginalizados, crimes de colarinho engomado que tantas vezes passam sem qualquer beliscadura dos tribunais. No entanto sabemos que os juízos de Deus são severos para estes que se servem em vez de servirem.

As leituras de hoje fazem-nos um convite à humildade e à compreensão de que para nos vermos uns aos outros devemos olhar na horizontal e não na vertical. Não podemos fazer distinções pelo estatuto pois todos somos irmãos. Peçamos então a Deus que nos guarde junto de Si, na Sua Paz.

 

1ª leitura: da Profecia de Malaquias                                       Mal 1, 14b – 2,2b. 8 -10

É dura a palavra que o profeta dirige aos sacerdotes que se considerem tanto acima do povo.

O respeito, a transparência e a simplicidade fazem a diferença entre um sacerdote que quer servir o Senhor e dá um bom exemplo servindo os irmãos, de outro que se quer servir do seu ministério para ser bajulado.

Será que nós respeitamos os que trabalham connosco, os nossos subordinados ou pensaremos que somos mais importantes?

 

2ª leitura: da 1ª Epístola de S. Paulo aos Tessalonicenses      1 Tes 2, 7b – 9. 13

São Paulo agradece à Igreja de Tessalónica por ter acolhido a palavra do Evangelho.

Foi pelo exemplo de Servir demonstrado ao longo da pregação que aquele povo viu não ser uma palavra humana mas vinda de Deus.

Quantas vezes não temos a tentação de aproveitarmos benesses e favores?

 

3ª leitura: do Evangelho segundo S. Mateus                           Mt 23, 1 – 12

Jesus denuncia aqueles que são ávidos de poder, e dão pesados fardos aos outros.

Convida ao testemunho do exemplo e não da palavra oca; convida à humildade e não à arrogância; convida à solidariedade e não à prepotência.

publicado por decordovanaturais às 22:20
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 27 de Outubro de 2017

AdmonicoesDo30ºDomingoDoTempoComumAnoA2017

 

 

O relatório bianual da AIS sobre os cristãos oprimidos por causa da sua fé tem um título deveras acutilante: “Perseguidos e Esquecidos?”

As leituras deste Domingo poderiam estar em sintonia com este relatório no que se refere ao termo «Perseguidos». O amor que devemos a Deus deve-se reflectir no amor aos outros, aos nossos familiares, amigos, vizinhos, mesmo aos estrangeiros e até aos nossos inimigos. A Igreja ensina-nos a não sermos perseguidores…

Mas somos também interpelados directamente pelo termo «Esquecidos» pois não nos apercebemos deste problema dramático longínquo no espaço e apagado pelos meios de comunicação social.

A Justiça de Deus interpela-nos a tomarmos consciência e a dar-lhe resposta: Não podemos calar!

Peçamos ao Senhor para que os cristãos não sejam perseguidos lá, mas peçamos também coragem para que a sua cruz e o seu drama não sejam esquecidos cá. Não podemos calar!

Se de facto dizemos a Deus que O amamos, sejamos voz dos que não têm voz.

 

1ªleitura: do Livro do Êxodo                                                              Ex 22, 20 – 26

A mensagem que o Senhor nos quer transmitir hoje para nos advertir quando prejudicamos o pobre e o fraco que moram perto de nós é ampliada de modo a não ficarmos alheios aos perseguidos que sofrem, mesmo que longe de nós.

 

2ª leitura: da 1ª Epístola de S. Paulo aos Tessalonicenses                  1Tes 1, 5c – 10

São Paulo convoca-nos para, tal como os tessalonicenses que foram testemunhas do Amor de Deus, denunciar a perseguição aos cristãos e para ajudarmos na reabilitação das suas comunidades.

Assim Jesus nos livrará da ira que há-de vir.

 

3ª leitura: do Evangelho segundo S. Mateus                                      Mt 22, 34 – 40

Amar a Deus com todo o coração e amar o próximo como a nós mesmos são dois mandamentos que resumem toda Lei e os Profetas.

Hoje o amor ao próximo não se pode resumir àquele que mora na porta ao lado da nossa mas também àquele que sofre a milhares de quilómetros.

Não os esqueçamos!

publicado por decordovanaturais às 17:10
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds