Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

decordovanaturais

decordovanaturais

Hoje, no dia da Festa de Nossa Senhora da Assunção, faz-me lembrar de que era por esta ocasião que o meu Pai fazia as contas com cada um dos trabalhadores contratados. Era interessante ver esse encontro, normalmente no Sábado antes da Santa Maria de Agosto,  no escritório da Amoreirinha, com um grande livro de capa encarnada e onde estavam registadas as comedorias combinadas e já entregues, bem como os outros termos do contrato, como o polvilhal de cada um. Se não estivesse tudo (...)
24 Jul, 2021

Ainda a tempo?

Moral e Ética são dois termos que se confundem um pouco, e convirá, talvez, distinguir o que se entende por um e por outro, numa sociedade em que se desvaloriza cada vez mais a moral, enquanto comportamento esperado e aceite, delimitado por vícios e por virtudes, num ‘vale tudo’ que não quer ter peias. O diferendo existente neste momento a nível da União Europeia por causa de legislação aprovada na Polónia e na Hungria contra os desejos dos grupos LGBTIQ, a chamada lei (...)
23 Jul, 2021

Dia dos Avós 2021

Recordação Recordo com saudade os meus Avós maternos, que moravam paredes meias connosco e por isso tanto nos ‘aturaram’ durante a nossa infância e juventude. Todos os dias um neto era escalado para ir almoçar ou jantar com os avós, o que nos ajudou a aprimorar as boas maneiras à mesa. O Avô Miguel Potes era praticamente cego na sua velhice e também nos calhava irmos à vez ler-lhe o jornal em voz alta e fazer um pouco de companhia, o que não era nada monótono nem (...)
Confunde-me que os familiares de idosos não lhes queiram falar sobre a morte, e, mesmo quando é o próprio a iniciar a conversa, logo mudam de assunto. Em caso de evidências sobre o agravamento do estado de saúde, logo esses cuidadores próximos criam uma ‘protecção’ ou biombo, tentando esconder, desviando as atenções para assuntos mais ligeiros. A morte é um facto natural, e que, quanto a mim, deve ser preparado, não com tristeza e desespero, mas com alegria e esperança. (...)
1.1 -Os elementos que considero importantes neste discurso do Papa Francisco em 3Mar2016:  Envolvimento interpessoal contemporâneo;  A Liberdade e a Verdade;  A Consciência moral;  As Virtudes, na prática da vida.   Envolvimento interpessoal contemporâneo  Nesta sociedade em que vivemos, com o desenvolvimento das comunicações, globalização das economias, melhorias tecnológicas e amadurecimento científico, deveria haver mais homogeneidade no bem-estar de toda a (...)
  A arte e a fé sempre andaram de mãos dadas. Já nos desenhos paleolíticos se verifica que muitos dos figurativos descobertos nos reportam para cenas de caça como votos de vir a ter uma boa caçada, talvez como um pedido à divindade para ajudar a solucionar o problema. Também nos desenhos egípcios nos reportam (tanto quanto a nossa capacidade interpretativa deixa) a questões como a vida para além da morte, num desejo de comunicação com a divindade. A arte cristã, talvez (...)
Todo o tempo, desde a ordem para preparar a Páscoa até à Ressurreição e aparecimento a várias testemunhas, pode ser entendido como O GESTO de Jesus, compreendendo a celebração da Páscoa judaica, a Sua Paixão, Morte e Ressurreição. É um só gesto por significar, no seu conjunto, o oferecimento da vida humana de Jesus pela salvação de toda a humanidade. O Senhor já tinha anunciado a Sua Missão na Terra – Eu vim para que tenham vida, e a tenham em abundância. Eu sou o Bom (...)
    Converter significa transformar ou modificar para uma forma concreta, mudar para algo que se deseja. Se é verdade que consegui ‘fabricar’ soldadinhos de chumbo a partir de velhos canos de água derretidos num cadinho e despejados para dentro dos respectivos moldes, como fiz centenas na minha juventude em brincadeiras que hoje sei terem sido perigosas pela inspiração de gases venenosos; Se tentei, ao longo da minha vida docente, incutir nos meus alunos alguns conhecimentos (...)
https://www.google.com/imgres?imgurl=http%3A%2F%2Fwww.scielo.mec.pt%2Fimg%2Frevistas%2Fest%2Fv7n14%2F7n14a02f1.jpg&imgrefurl=http%3A%2F%2Fwww.scielo.mec.pt%2Fscielo.php%3Fscript%3Dsci_arttext%26pid%3DS1647-61582016000200002&tbnid=aZZEhSp8mO2egM&vet=12ahUKEwiuzKri1t3tAhUR-YUKHVErCLsQMygAegUIARCVAQ..i&docid=ofc4wc1hvwbqUM&w=580&h=971&q=Tumulo%20aberto%20D.%20Jo%C3%A3o%20Marcos&ved=2ahUKEwiuzKri1t3tAhUR-YUKHVErCLsQMygAegUIARCVAQ   O retábulo ‘O Túmulo (...)
  Apareceram os fariseus e começaram a disputar com Ele, solicitando-Lhe um sinal do céu, para O experimentarem. Jesus, suspirando profundamente, disse: Porque pede esta geração um sinal? Em verdade vos digo: Sinal algum lhe será concedido. E, deixando-os, embarcou de novo e foi para a outra margem Mc 8, 11- 13). Jesus não é actor de teatro e não pretende fazer de ilusionista ou parecido. Veio para anunciar o amor de Deus, chamar à conversão e incutir Fé, incrustada na (...)