.posts recentes

. Super Nani

. Jonas e S. Vicente

. Carta aberta

. AdmonicoesDo2ºDomingoDoAd...

. AdmonicoesDo1ºDomingoDoAd...

. AdmonicoesDaSolenidadeDeN...

. AdmonicoesDo33ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo32ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo31ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo30ºDomingoDoT...

.arquivos

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Setembro 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

Terça-feira, 19 de Abril de 2011

Entre choros e brincadeiras

Interrompida a minha actividade lectiva para que os alunos possam espairecer é bom aproveitar alguns dias junto da Família nestes dias.

Há sempre alguma coisa para fazer, desde a mudança de uma lâmpada, rega do jardim, envolvimento com a Natureza, enfim um sempre a girar que não é bom estar parado.

Com a Mulher, no meio dos cinco Netos e das três Filhas, há sempre espaço para agradecer a Deus pelo dom da Vida e pela alegria de podermos brincar uns com os outros. Contam-se anedotas de alentejanos ( com barbas mas que fingimos ouvir pela primeira vez), fazem-se jogos de rimas e com números, perde-se aos matraquilhos ( em cem golos sofridos, talvez se meta um...) e fazem-se outras coisas que não dá no resto do tempo.

No outro dia foram os mais velhos (11, 8 e 6 anos) ajudar-me a juntar boiça no olival. (Não digam à ASAE pois ainda pensam que os utilizo como mão de obra infantil.) O Francisco levava um bornal com binóculos e um cantil com água. Na brincadeira lá foram ajudando a juntar os ramos secos de modo a que o gado possa pastar sem esses impecilhos a ferirem-lhe os beiços. Só que a água era ali um bem escasso e prontamente se arranjou uma escaramuça pois todos queriam beber do cantil, sem autorização do proprietário. A brincadeira deu em choro e nalguns puxões de orelhas pois é preciso ensinar que, embora donos do cantil, devemos saber administrar a água para servir a todos.

Eu não sei até que ponto eles se aperceberam do que correu mal. Para mim, e numa explicação ao Francisco, ao retornar a casa, mostrei como é importante que o guia de patrulha saiba descer do seu pedestral para servir os outros. Numa patrulha, como em qualquer equipa, devemos tornar nosso o lema dos mosqueteiros: "Um por todos, todos por um". Hoje o egoísmo está bastante entranhado no mundo a todos os níveis pelo que não será de mais ensinar desde a mais tenra idade que aquilo que temos não é nossa propriedade exclusiva mas devemos administrar tendo em conta os parceiros sociais - neste caso os irmãos.

Neste assunto de partilha o Escutismo é uma excelente escola se não for corrompida por paizinhos controladores e apaparicadores. É na frugalidade/ precaridade que mais se desenvolve este espírito de partilha e comunhão, sem escrúpulos nem vergonhas - que tem a mais dá, quem tem a menos gasta também. Alegria no receber e alegria no dar.

Uma Santa Páscoa para todos.

sinto-me: em Paz
música: Óh rama, óh que linda rama
publicado por decordovanaturais às 18:27
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds