.posts recentes

. Super Nani

. Jonas e S. Vicente

. Carta aberta

. AdmonicoesDo2ºDomingoDoAd...

. AdmonicoesDo1ºDomingoDoAd...

. AdmonicoesDaSolenidadeDeN...

. AdmonicoesDo33ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo32ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo31ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo30ºDomingoDoT...

.arquivos

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Setembro 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

Sábado, 26 de Janeiro de 2013

Legítimo ou Legal?

Em 2013 estamos a viver o ano da fé!

Neste 3º Domingo do tempo comum somos convidados a aceitar Jesus como o Cristo, isto é, como nosso Senhor.

É uma bofetada de luva branca aquela que uma muçulmana de Sintra nos dá ao recusar que lhe laqueiem as trompas por ser contra a sua religião. Deus pede-nos que estejamos abertos à Vida mas aceitam alguns como natural o aborto. É necessário, numa sociedade cristã, vir uma Mulher de outra religião dizer que acima das leis dos homens está a Lei de Deus. Grande Mulher!

Será legítimo tirar-lhe os filhos por serem pobres? Será legítimo tirar-lhe os filhos por se recusar a que lhe laqueiem as trompas? O seu Deus é também o nosso Deus.

Jesus, no sermão da montanha, diz-nos: “Não andeis, pois, inquietos, dizendo: Que comeremos, ou que beberemos, ou com que nos vestiremos? (Porque todas estas coisas os gentios procuram).

 De certo vosso Pai celestial bem sabe que necessitais de todas estas coisas;

Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.
Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.
” (Mateus 6:31-34).

Espero que esta família muçulmana se reúna de novo em breve e que todos nós aprendamos a dar mais atenção à palavra de Deus, com alegria, como nos convida Neemias, com esperança, como nos ensina Jesus.

sinto-me: apoquentado
publicado por decordovanaturais às 23:12
link do post | comentar | favorito
Domingo, 6 de Janeiro de 2013

Pensar a dois

Eu vi ontem alguém remexer o lixo e tirar de lá várias coisas para comer bem como cascas, couve e outros alimentos que não identifiquei. Vi-o também a lamber embalagens de iogurte vazias.

Por algum motivo andam a desaparecer os pombos da cidade, o que por sinal é uma sorte pois assim fazem menos porcaria.

Penso que há crianças e bebés que precisam da minha ajuda para se desenvolverem normalmente. Com os poderei ajudar?

Quais as obras de misericórdia a desenvolver aqui e agora? Vamos viver melhor o Evangelho que ouvimos e conhecemos desde pequenos.

 

Bom Ano!

 

Alice Cordovil

publicado por decordovanaturais às 22:48
link do post | comentar | favorito

O duplo preceito da Caridade

Os Corpos Sociais da Santa Casa da Misericórdia de Évora vão tomar posse.

Elegemos como Missão ‘Fazer mais com menos’.

É importante alicerçar essa ideia com uma Visão que aponte ao longe e ela é-nos mostrada no duplo preceito da Caridade: “Devemos amar a Deus com todo o coração, com toda a alma; e ao próximo como a nós mesmos”.

Diz Santo Agostinho que isto continuamente se há-de pensar, meditar, recordar, praticar, cumprir pois embora o amor de Deus seja o primeiro mandamento na hierarquia da obrigação, mas o amor ao próximo é o primeiro na ordem da acção. Na realidade S. João recorda-nos que se não amas a teu irmão que vês, como poderás amar a Deus que não vês?

Percebemos então que o amor a Deus é atingido através do amor que tenhamos para com os irmãos. É verdade que a Deus ninguém jamais o viu, mas sabemos que Deus é amor e quem permanece no amor permanece em Deus.

Aconselha-nos então a começar a amar o próximo: reparte o teu pão com o faminto e dá pousada ao pobre sem abrigo, leva roupa ao que não tem que vestir e não voltes as costas ao teu semelhante. Então a tua luz brilhará como a aurora.

Tendo a Deus por nossa luz não iremos ter medo da escuridão pois estaremos sempre em plena claridade. O nosso caminhar para Deus é beneficiado com esta possibilidade de cuidarmos dos irmãos que encontremos nesse mesmo caminho.

Parece-nos por vezes difícil ou dispendioso dar este auxílio a quem caminha ao nosso lado mas isso não é verdade. Basta uma pequena ferramenta para facilitar este exercício e é, tão somente, um sorriso. Na realidade a alegria que colocarmos nessa acção será por si só uma bênção para quem a recebe.

O melhor presente que poderemos dar na nossa missão que ora começa é estarmos Presentes. Com alegria, impregnados no amor de Deus, poderemos dar amor aos irmãos.

sinto-me: Alegre e esperançoso
música: Shemá Israel.
publicado por decordovanaturais às 17:20
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds