.posts recentes

. Super Nani

. Jonas e S. Vicente

. Carta aberta

. AdmonicoesDo2ºDomingoDoAd...

. AdmonicoesDo1ºDomingoDoAd...

. AdmonicoesDaSolenidadeDeN...

. AdmonicoesDo33ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo32ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo31ºDomingoDoT...

. AdmonicoesDo30ºDomingoDoT...

.arquivos

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Setembro 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

Sexta-feira, 29 de Abril de 2016

Admonições 6º Domingo da Páscoa ano C 2016

 

Estamos caminhando para o termo deste período pascal e as leituras de hoje falam com insistência no Espírito Santo que nos acompanha, abre o nosso entendimento, nos fortalece e alegra.

Conhecemos nós esta Pessoa da Santíssima Trindade?

 

 

1ª leitura: dos Actos dos Apóstolos                                                      Act 15, 1 – 2. 22 - 29

Não são os múltiplos preceitos de religiosidade farisaica que nos salvam.

A Igreja, iluminada pelo Espírito Santo, convida, ainda hoje, à abstenção das relações imorais mas nos nossos dias a sociedade apresenta-nos essas relações como ‘normais’.

Temos, enquanto cristãos, coragem para ‘fazermos a diferença’?

 

 

 

2ª leitura: do Livro do Apocalipse                                                     Ap 21, 10 – 14 . 22 - 23

Todos somos convidados a viver nesta Jerusalém Celeste.

Caminhamos nós para lá através da nossa doação e entrega, de modo a sermos inscritos no Livro da Vida?

 

 

3ª leitura: Evangelho segundo S. João                                                                       Jo 14, 23 - 29

Jesus quer fazer de nós a Sua Morada.

O Espírito Santo ensinará todas as coisas.

Estaremos atentos e dispostos a seguir os sinais do Espírito para viver na Paz de Deus?

publicado por decordovanaturais às 21:55
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 21 de Abril de 2016

Admonições 5º Domingo da Páscoa Ano C 2016

 

Neste Domingo vamos ser convidados a amarmo-nos uns aos outros como Jesus nos amou.

Numa sociedade em que a palavra ‘amor’ é tão malbaratada e encarada de modo egoísta: “AMA-TE!”, Jesus quer-nos transmitir um amor- doação, completamente virado para o ‘outro’.

Seremos nós capazes de dar este exemplo de verdadeira fraternidade, de modo a que os ‘de fora’ do nosso tempo também possam exclamar: “Olhai como eles se amam!” ?

 

 

1ª leitura: do Livro dos Actos dos Apóstolos                                             Act 14, 21b – 27

Paulo e Barnabé mostraram claramente o que é amar o próximo, durante as suas viagens apostólicas.

Ao escrutinarem as comunidades visitadas, eles exortavam os seus membros a estarem preparados para as tribulações.

Estaremos nós suficientemente firmes na fé?

 

 

2ª leitura: do Livro do Apocalipse                                                                  Ap 21, 1 – 5ª

Deus quer viver no meio de nós.

Antecipemos este momento do fim dos tempos, desejando desde já viver nesta nova Jerusalém em que os homens serão todos irmãos, sem olhar a raças ou à cor da pele.

 

3ª leitura: do Evangelho segundo S. João                                           Jo 13, 31 – 33ª. 34 – 35

Jesus deixou-nos um mandamento novo: que nos amemos uns aos outros.

Fazemos isto?

publicado por decordovanaturais às 16:42
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 14 de Abril de 2016

Admonições 4º Domingo da Páscoa – ano C 2016

 

 

No ambiente festivo do tempo pascal, continuamos a ser desafiados a saborear “como o Senhor é Bom e é eterna a Sua misericórdia”.

 

Hoje a Igreja celebra o dia do Bom Pastor. “Nós somos o Povo de Deus, somos ovelhas do Seu rebanho”.

 

É importante reunirmo-nos à volta do nosso pastor, seja o pároco, o bispo, ou o papa. Cada um deles representa o único e verdadeiro Pastor que é Jesus Cristo.

 

 

1ª leitura: dos Actos dos Apóstolos                                                    Act 13, 14. 43 – 52

 

Os judeus de Antioquia julgavam-se detentores da verdade e auto- suficientes na sua fé.

 

Tendo Paulo anunciado Jesus como o Cristo eles recusaram-se a aceitar a pregação e expulsaram os apóstolos. Foram antes os gentios quem recebeu com alegria a Boa Nova.

 

Também por vezes estamos instalados na nossa confortável verdade e não queremos escutar o pastor que nos conduz.

 

 

2ª leitura: do Livro do Apocalipse                                                         Ap 7, 9. 14b - 17

 

João vê uma multidão imensa daqueles que se deixaram conduzir pelo Cordeiro até às fontes das águas vivas, por vezes no meio de grandes tribulações mas esperançados neste Deus que enxuga as lágrimas.

 

Teremos nós coragem para enfrentarmos esta sociedade que recusa a vontade do Senhor?

 

 

 

3ª leitura: do Evangelho segundo S. João                                                       Jo 10, 27 - 30

 

Jesus convida-nos a escutar a Sua voz e a segui-Lo.

 

É um convite para alcançarmos a Vida eterna.

 

Estaremos nós com vontade de largarmos as seduções do mundo e desejarmos Jesus como nosso pastor?

publicado por decordovanaturais às 17:20
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 7 de Abril de 2016

Admonições 3º Domingo  da Páscoa  Ano C-2016

 

 

Somos convidados mais uma vez a louvar e bendizer ao Senhor que se ofereceu pela nossa salvação.

O nosso louvor será sempre pouco para retribuir esse Amor infindo que Jesus nos dá.

 

 

1ª leitura: do Livro dos Actos dos Apóstolos                                  Act 5, 27b – 32. 40b - 41

Colocados perante o dilema de obedecer ao Sinédrio ou a Deus, os apóstolos cheios de confiança respondem que preferem obedecer antes a Deus.

Embora doridos pelos açoites sofridos eles saíram cheios de alegria, testemunhando o nome de Jesus ressuscitado.

E eu? Não terei tantas vezes medo de dar testemunho da minha fé?

 

2ª leitura: do Livro do Apocalipse                                                                 Ap 5, 11 -14

A grandeza do homem passa pela glória que dá a Deus.

Àquele que está sentado no trono e ao Cordeiro Imolado, o louvor e a honra, a glória e o poder pelos séculos dos séculos, Amen.

Cada um de nós é convidado a participar deste coro universal.

 

 

3ª leitura: Evangelho segundo S. João                                                                       Jo 21, 1 -14

Após a morte e ressurreição de Jesus, os discípulos são surpreendidos com a presença do Senhor, como prova de que está vivo e dando o mandato para a Igreja crescer sob a direcção de Pedro.

Aceitamos nós a orientação do Santo Padre, qualquer que ele seja?

publicado por decordovanaturais às 22:18
link do post | comentar | favorito
Sábado, 2 de Abril de 2016

Admonições 2º Domingo de Páscoa Ano C 2016

 

 

Cristo ressuscitou, Aleluia e é eterna a Sua Misericórdia, Aleluia!

2º Domingo de Páscoa, celebração da Divina Misericórdia.

Deus que é Santo, Forte e Fiel, tem piedade de nós pecadores, em atenção à dolorosa paixão de Jesus Cristo que, morrendo na Cruz, venceu a morte e, ressuscitando, nos quer salvar, a todos os que nEle acreditarmos.

Permaneçamos no seio da Igreja que nos reconforta e congrega, aguardando a Sua Vinda gloriosa para nos julgar.

 

1ª leitura: do Livro dos Actos dos Apóstolos                                                 Act 5,12- 16

Jesus Cristo prometeu aos apóstolos o poder para fazerem milagres e prodígios apoiados na certeza da Sua ressurreição e com a força do Espírito Santo.

Temos nós a coragem de aderirmos ao Senhor, nesta sociedade dessacralizada?

 

 

2ª leitura: do Livro do Apocalipse                                          Ap 1, 9- 11ª. 12- 13. 17- 19

Para reforçar a fé verdadeira dos discípulos que sofriam perseguição por parte dos pagãos e eram confundidos por heresias, João descreve o que lhe é revelado:

Jesus ressuscitado é verdadeiro Deus, verdadeiro homem e há-de voltar em breve para nos julgar.

 

 

3ª leitura: do Evangelho segundo S. João                                                       Jo 20, 19- 31

O episódio com Tomé é conhecido. É tanta vez o nosso retrato…

A nossa fé, como a dele, pede muitas vezes provas concretas da ressurreição. Damos pouca confiança no testemunho dos outros.

Também a nós, Jesus pede para não sermos incrédulos mas crentes e promete a salvação.

publicado por decordovanaturais às 11:08
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds