.posts recentes

. Fique por dentro, caia fo...

. Pobreza – uma das faces d...

. Uma Páscoa diferente

. Solenidade da Anunciação ...

. O homem à procura de Deus

. Questionar o sentido da v...

. “Façam barulho!”… Só?

. O enfoque da Esperança

. Festa dos Arcanjos S. Mig...

. A Relva

.arquivos

. Maio 2020

. Abril 2020

. Março 2020

. Fevereiro 2020

. Outubro 2019

. Setembro 2019

. Julho 2019

. Junho 2019

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Setembro 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

Quarta-feira, 25 de Março de 2020

Solenidade da Anunciação do Senhor

Caros Associados e Amigos,

Celebramos hoje a Solenidade da Anunciação do Senhor. É uma das festas grandes da nossa Cooperativa na medida em que certamente esse encontro do Anjo com Maria se deve ter passado em casa de Sant’Ana e de S. Joaquim.

Infelizmente não poderemos festejar, como era previsto, com a habitual sessão de ginástica mas também com um encontro acerca dos Sobre endividados para o que tinha convidado técnicos e representantes de algumas entidades de apoio social. A presente epidemia de corona vírus e a gravidade dos encontros físicos entre as pessoas obrigam-nos a ficar cada um em sua casa mas nem por isso ficaremos de braços cruzados.

Esta epidemia vai certamente agravar a situação de todos mas, principalmente, daqueles que têm normalmente dificuldade de pagar as suas dívidas e que, mais apertados, ficam agora com a redução dos seus rendimentos quando são mandados para casa por layoff ou para tomarem conta dos filhos. A ajuda prometida pelo governo português não é suficiente e há que denunciá-lo.

A redução para 2/3 dos rendimentos e o sentido de empréstimo e não de subsídio traduzir-se-á no aumento da dificuldade em cumprir as obrigações financeiras que muitas famílias têm sobre si.

Com o fim do Cofid 19 novos tempos irão aparecer em que espero haja menos ganância e mais tolerância pelos direitos dos outros. Que a nossa Fé seja perseverante na Misericórdia infinita de Deus. Peçamos a Maria, Mãe do Salvador, que nos proteja e interceda por toda a humanidade.  

publicado por decordovanaturais às 16:15
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
27
28
29
30
31

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds