Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

decordovanaturais

decordovanaturais

 

 

Encontraremos a Vida procurando, como pobres, o Senhor.

A procura como pobre significa que precisamos mesmo deste encontro;

A vida que queremos encontrar será a vida eterna mas a começar já hoje, aqui na terra, na medida em que nos entregarmos com alegria a Deus e ao serviço dos irmãos, principalmente dos que são mais pobres que nós.

Peçamos ao Senhor nesta eucaristia que nos mostre qual a nossa vocação neste serviço.

 

 

 

1ª leitura: do Livro do Deuteronómio                                    Dt 30, 10 – 14

 

Esta palavra de Moisés é actual de geração em geração.

Cada um de nós deverá ter em atenção, pois, a mensagem que vai ser proclamada:

Ela é imprescindível para a nossa salvação ou, caso a afastarmos, para a nossa maldição.

 

 

 

2ª leitura: da Epistola de S. Paulo aos Colocenses                  Col 1, 15 - 20 

           

S.Paulo aponta-nos a origem e o fim em Jesus Cristo.

Seguindo a cabeça, o corpo que é a igreja, não se desviará do Caminho.

No entanto tenhamos em atenção os tempos actuais com tanta contestação e pretensa ‘inovação’ com o perigo de desvios enganadores.

Lembremo-nos que a reconciliação dos homens com Deus passa pelo sofrimento de Jesus na Cruz.

 

 

 

3ª leitura: do Evangelho segundo S. Lucas                             Lc10, 25 37

 

O meu próximo não será talvez o vizinho do rés-do-chão mas o pobre que precisa de mim.

Na medida em eu desça da minha montada para servir aquele homem caído, o tratar com carinho e o conduzir para a segurança da estalagem, já posso demonstrar compaixão.

Jesus diz a cada um de nós: vai e faz o mesmo.