Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

decordovanaturais

decordovanaturais

 

Todos nós teremos de prestar contas a Deus, não só de nós próprios e da nossa conduta mas também de todos os homens que nos rodeiam.

Não podemos ficar indiferentes uns para com os outros porque, vivendo em sociedade, o nosso modo de viver influencia certamente o modo como os outros vivem, seja por imitação seja por oposição.

A sociedade em que estamos inseridos ensina-nos a sermos tolerantes para com os outros e a dar plena liberdade de acção. Mas isto leva à indiferença, o que é anti natural. Todos somos responsáveis por todos.

Como o salmista estejamos atentos: se ouvirdes a voz do Senhor, não fecheis os vossos corações.

 

1ª leitura: da Profecia de Ezeqiel                                           Ez 33, 7 – 9

O Senhor coloca-nos como sentinelas e adverte-nos da nossa responsabilidade de alertar e denunciar o perigo.

Estamos conscientes desta obrigação?

 

2ª leitura: da Epístola de S. Paulo aos Romanos                                Rom 13, 8 – 10

São Paulo convida-nos a amar o próximo que isso nos basta.

É a caridade que congrega e nos reflecte a imagem de Deus.

 

3ª leitura: do Evangelho segundo S. Mateus                           Mt 18, 15 -20

Jesus convida-nos a vivermos em paz e a transmitirmos essa mesma paz, principalmente por quem não a partilha.

Saibamos atrair as bênçãos de Deus para que nos compreendamos uns aos outros.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.