Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

decordovanaturais

decordovanaturais

 

Caminhando a passos largos para o final do ano litúrgico, a Igreja lembra-nos que também a nossa vida terrena termina com a morte mas dá-nos a certeza de que se lhe sucede uma nova Vida, esta definitiva e plena.

O cristão tem uma meta de esperança que é a ressurreição o que leva cada um de nós a dizer com o salmista: Senhor, ficarei saciado quando surgir a Vossa Glória.

 

 

 

1ª leitura: do 2º Livro dos Macabeus                                     2Mc 7, 1 – 2. 9 -14

Estes irmãos não temeram a tortura e a morte terrena porque esperavam a Vida eterna.

Também nós devemos colocar a nossa esperança no Senhor que nos ressuscitará.

 

 

2ª leitura: da 2ª Epístola de S. Paulo aos Tessalonicenses                  2Ts 2, 16 – 3, 5

É humano temer o sofrimento, principalmente quando é originado na maldade dos outros.

S.Paulo exorta os tessalonicenses a orar para que se libertem dos homens maus e perversos e que mantenham a fé pois o Senhor os livrará do maligno. Sejamos perseverantes no amor a Deus.

 

 

3ª leitura. Do Evangelho segundo S. Lucas                                        Lc 20, 27 - 38

Jesus afirma claramente que há vida para além da morte. Não será como a vida terrena pois já não se pode morrer mas semelhante à dos anjos.

O Senhor é um Deus de vivos e não de mortos. Desejemos ser dignos de tomar parte nesta vida futura.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.