.posts recentes

. Serei eu simples momento?

. Santa Sofia

. O espelho do meu caos int...

. Eu e o meio envolvente

. Super Nani

. Jonas e S. Vicente

. Carta aberta

. AdmonicoesDo2ºDomingoDoAd...

. AdmonicoesDo1ºDomingoDoAd...

. AdmonicoesDaSolenidadeDeN...

.arquivos

. Fevereiro 2019

. Janeiro 2019

. Janeiro 2018

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Janeiro 2015

. Agosto 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Setembro 2013

. Março 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Dezembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Abril 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Dezembro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

Terça-feira, 5 de Fevereiro de 2019

O espelho do meu caos interior

São Marcos conta no Capítulo 5º do Evangelho (Mc 5, 1 -20) a libertação de um demoníaco. Neste relato deparamo-nos com várias figuras bem expressivas:

Jesus, o homem possesso e os habitantes da região.

Jesus - ordena aos espíritos impuros para sairem do homem; consente que estes saiam do homem e entrem nos porcos; transforma o possesso em discípulo e envia-o como missionário;

o homem possesso - começa por ser apresentado como vândalo, sem abrigo, incorrigível, doente psiquiátrico, fora da lei; é atraído para Jesus ao mesmo tempo que os demónios contestam o incómodo com a Sua presença; uma vez liberto transformou-se em sincero discípulo de Jesus a ponto de querer ir embora com Ele; ao ser enviado transforma-se em anunciador da Misericórdia do Senhor;

os habitantes da região - foram alertados pelos guardas dos porcos mas não se felicitaram pela cura daquele homem que era um perigo público; expulsaram Jesus pelo medo sentido ao aperceber-se do Seu poder sobre os espíritos malignos e, principalmente, pelos prejuízos económicos com a morte dos porcos.

Uma legião demoníaca dominava aquele homem mas sinto que também, muitas vezes, me domina a mim. Vejo como Jesus me quer libertar dos meus vícios de egoísmo, vaidade, inveja, amor-próprio...

Tal como aquele homem, uma vez curado, também eu sou convidado a transformar-me em verdadeiro discípulo que se compraz em estar sentado ao lado de Jesus, absorvendo a Sua Paz, bebendo o Seu Amor e assim ganhar a vontade de aceitar a ordem de ir missionar.

Mas tal como aqueles habitantes da região me sinto tantas vezes com vontade de expulsar Jesus por me 'prejudicar' nos meus interesses mesquinhos sem me aperceber da Sua Misericórdia e do Seu Amor.

Será no silêncio que poderei querer ser possuído pelo Amor de Deus e liberto dos meus mafarricos.

publicado por decordovanaturais às 10:19
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2019

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds